/home/crp03/public_html/wp-content/themes/crp-03/page.php
Início  →  Orientação  →  Título de Especialista

Título de Especialista


De acordo com as resoluções CFP nº 013/2007, CFP nº003/2016 e CFP nº 018/2019, seguem orientações para solicitação de título de especialista:

SOBRE SOLICITAÇÃO DE TÍTULO POR CONCURSO DE PROVAS E TÍTULOS DO CFP

Após homologada a aprovação no Concurso de Provas e Títulos para a Concessão do Título de Especialista em Psicologia, a/o profissional deve dar entrada no Conselho Regional de Psicologia da Bahia (CRP-03), que procederá à análise da documentação apresentada e emitirá um parecer conclusivo sobre a concessão do Título de Psicólogo Especialista.

Para habilitar-se ao Título de Especialista e obter o registro, a/o psicóloga/o deverá:
-Estar inscrito no CRP-03 há pelo menos 02 (dois) anos;
-Estar em pleno gozo dos seus direitos;
-E comprovar prática profissional na especialidade no mesmo período.

A documentação necessária para concessão de título de especialista por aprovação em Concurso de Provas e Títulos que devem ser enviados no formato PDF para o e-mail comespecialista@crp03.org.br são:

Atenção ao trecho da Resolução nº13/2007 que versa sobre a documentação obrigatória:

§ 1o – No caso de profissional com vínculo empregatício, constitui documento obrigatório a declaração do empregador (pessoa jurídica), em que deverá constar:
I – identificação do empregador, com número do CNPJ e endereço completo;
II – identificação do signatário, que deverá ser responsável legal pelo registro de funcionários, com a citação do cargo que ocupa, ou ocupou, e número de inscrição no CPF;
III – função exercida, com a descrição das atividades e a indicação do período em que foram realizadas pelo requerente.

§ 2o – No caso do psicólogo que comprovará a experiência profissional por meio da supervisão de estágio na especialidade requerida em cursos regulares de graduação e pós-graduação em Psicologia, este deverá apresentar declaração ratificada pelo responsável direto pelo curso, informando o período da atividade, e acompanhada do programa da disciplina do estágio.
§ 3o – No caso de profissional autônomo, este deverá apresentar os documentos abaixo relacionados, para a comprovação do exercício profissional durante período de, pelo menos, 5* (cinco) anos:
I – prova de inscrição no INSS e na Secretaria de Fazenda Municipal (ISS), durante todo o período;
II – declaração de 3 (três) psicólogos regularmente inscritos nos Conselhos Regionais de Psicologia há, pelo menos, 5 (cinco) anos, atestando o exercício profissional do requerente, na especialidade, durante o período, com dedicação exclusiva ou como atividade claramente principal, devendo constar, necessariamente, a identificação do declarante com o número de inscrição profissional no CRP, número de inscrição no CPF e endereço completo;
III – pelo menos 1 (um) documento complementar, dentre os abaixo discriminados: a) declaração do CRP atestando que atuou como responsável técnico por pessoa jurídica regularmente registrada ou cadastrada; b) pelo menos 2 (duas) declarações ou cópias contratuais de consultorias realizadas na área; c) declaração de vinculação pessoal a sociedade científica, associativa ou de formação, legalmente estabelecida por 5 (cinco) anos e que tenha objetivos 4 estatutários ligados à área, na qualidade de membro, aluno, docente ou associado; d) declaração da condição de conveniado na especialidade, com planos de saúde ou organizações de seguridade social, regularmente registrados, com remuneração direta por parte do plano, especificado o tempo e o volume anual de serviços prestados; e) declaração de atividade docente de supervisão de atividade prática, em curso de Psicologia em instituição de ensino superior, reconhecida pelo MEC, por período de 5 (cinco) anos, em disciplina ligada à área da especialidade; f) outros documentos que o profissional considere suficientes para atestar a inequívoca especialidade no efetivo exercício profissional, cuja aceitabilidade dependerá de parecer da Comissão de Análise para a Concessão do Título Profissional de Especialista do Conselho Regional.

*O concurso exige a comprovação de experiência mínima de 2 anos.

Após a concessão do Título, o CRP-03 procederá ao devido registro fazendo-o constar na Carteira de Identidade Profissional (CIP), sendo necessário o pagamento de uma taxa no valor de R$60,50 (sessenta reais e cinquenta centavos) pelo/a profissional. O boleto para pagamento será enviado por e-mail.

Contato para mais informações: comespecialista@crp03.org.br

SOBRE SOLICITAÇÃO DE TÍTULO POR CONCLUSÃO DE CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO LATO SENSU RECONHECIDA PELO MEC

Para habilitar-se ao Título de Especialista e obter o registro, a/o psicóloga/o deverá:
-Estar inscrito no CRP-03 há pelo menos 02 (dois) anos;
-Estar em pleno gozo dos seus direitos;

A documentação necessária para concessão de título de especialista por conclusão de curso de especialização que devem ser enviados no formato PDF para o e-mail comespecialista@crp03.org.br são:

Após a concessão do Título, o CRP-03 procederá ao devido registro fazendo-o constar na Carteira de Identidade Profissional (CIP), sendo necessário o pagamento de uma taxa no valor de R$60,50 (sessenta reais e cinquenta centavos) pelo/a profissional. O boleto para pagamento será enviado por e-mail.

Contato para mais informações: comespecialista@crp03.org.br

Skip to content