/home/crp03/public_html/wp-content/themes/crp-03/single.php
Início  →  Notícias  →  Prevenção e enfrentamento à violência sexual infantil é tema de live

Prevenção e enfrentamento à violência sexual infantil é tema de live

A segunda etapa da Jornada Psi: Movimentando as Psicologias no Enfrentamento à Violência e à Exploração Sexual de crianças e adolescentes foi finalizada na noite do dia 20 de maio, com transmissão nas redes sociais do Conselho Regional de Psicologia da Bahia (CRP-03). A live de tema Prevenção e enfrentamento da violência sexual infantil: desafios emergentes ao exercício profissional da/o psicóloga/o teve participação das/os psicólogas/os Aline Tonheiro Palmeira (CRP-03/2995), Manoela de Oliveira Lainetti (CRP-06/82515), Matheus de Souza Santana (CRP-03/18293) e Flávia Sheila Lima Duarte (CRP-03/16767). A mediação ficou por conta de Leila Tibiriçá de Carvalho (CRP-03/3482), psicóloga e membro da Comissão de Direitos Humanos da autarquia, responsável pela organização da atividade.

Com 956 inscritas/os, a Jornada Psi fez parte de uma série de eventos da Campanha de Maio do CRP-03, além de estar articulada com a Campanha Faça Bonito, mobilização de diversas entidades em relação ao Dia Nacional de Combate à Exploração e ao abuso sexual de crianças e adolescentes. O debate trouxe assuntos necessários, não só para a categoria de psicólogas e psicólogos que atuam na área, mas para a sociedade no geral já que os últimos dados do Dados do Disque 100 revelam que, em 2020, foram registradas mais de 95 mil denúncias de violência contra crianças e adolescentes no Brasil.

As/os palestrantes compartilharam informações sobre o papel da/o psicóloga/o nas estratégias de prevenção ao abuso, a atuação da/o profissional nos Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e aborto legal nessas situações. Durante o evento também foi pontuado que a maioria dos abusos acontece dentro de casa, por familiares ou pessoas próximas, em famílias de todas as configurações e que a criança apresenta mudanças em seu comportamento após sofrer a violência.

Para assistir o evento completo, clique no vídeo abaixo:

Skip to content