/home/crp03/public_html/wp-content/themes/crp-03/single.php
Início  →  Destaque Principal  →  Data reforça que a luta do povo negro continua

Data reforça que a luta do povo negro continua

Último país do Ocidente a abolir a escravidão, o Brasil sancionou em 13 de maio de 1888 a Lei Áurea, fruto do processo de luta da sociedade brasileira, principalmente do povo negro. No papel, o documento tratava oficialmente da abolição da escravidão no país. No entanto, a lei não assegurou condições mínimas de amparo e inserção, de forma digna, da população negra na sociedade. 

Diante disso, mobilizações do movimento negro resultaram na ressignificação da data de hoje, que vem sendo usada para demarcar o Dia Nacional de Denúncia Contra o Racismo. 

Neste sentido, o Conselho Regional de Psicologia da Bahia (CRP-03) considera que a Psicologia deve seguir comprometida no combate ao racismo e com a promoção da igualdade, orientando a categoria de psicólogas e psicólogos para uma atuação ética que contribua para a eliminação do racismo. É fundamental que as/os profissionais tenham conhecimento sobre a Resolução CFP N°08/2002, que estabelece normas de atuação para as/os psicólogas/os em relação ao preconceito e à discriminação racial, além de outros materiais, além de outros materiais produzidos pelo Sistema Conselhos de Psicologia, como a publicação Relações Raciais: Referências Técnicas para a Prática da/o Psicóloga/o, elaborado pelo Centro de Referência Técnica em Psicologia e Políticas Públicas (CREPOP).

Skip to content