/home/crp03/public_html/wp-content/themes/crp-03/single.php
Início  →  Notícias  →  CRP-03 destaca Dia do Orgulho LGBTI+

CRP-03 destaca Dia do Orgulho LGBTI+


Reiterando a constante luta por direitos e combate à todas as formas de discriminação, o Conselho Regional de Psicologia da Bahia (CRP-03) destaca o Dia do Orgulho LGBTI+, celebrado hoje, 28 de junho.

A data resgata um fato marcante na luta por direitos: o levante popular de Stonewall Inn. Isto porque até 1966, em Nova York, era proibido para pessoas LGBTI+ se reunirem em locais públicos na cidade. Respaldada pela legislação vigente da época, era comum a violência de policiais contra membros desta comunidade.

Todavia, em 28 de junho de 1969, mesmo com a revogação da lei, ocorreu uma violenta abordagem policial no bar Stonewall Inn, despertando a revolta.

De lá para cá, a data representa um importante marco para a luta contra as violências que atravessam as vidas das pessoas lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais, transgêneros, intersexo, dentre outras identidades de gênero.

Neste sentido, o Conselho Regional de Psicologia da Bahia chama a atenção para a atuação da Psicologia no combate às LGBTIfobias e na promoção de saúde.

A autarquia participa de conselhos de controle social, a exemplo do Conselho Municipal para Promoção e Defesa dos Direitos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (CMLGBT). Além disso, integra a Aliança Estadual LGBTI+.

RESOLUÇÕES

A autarquia reforça a importância de uma atuação em conformidade com a Resolução CFP Nº 01/1999 (que estabelece normas de atuação para as/os psicólogas/os em relação à questão da Orientação Sexual), além de recomendar a Nota Técnica sobre a referida Resolução.

Destaca ainda Resolução CFP Nº 01/2018 (que determina normas de atuação para as psicólogas e os psicólogos em relação às pessoas transexuais e travestis) e Resolução CFP Nº 08/2022 (que institui normas de atuação para profissionais da psicologia em relação às bissexualidades e demais orientações não monossexuais).

Vidas LGBTI+ importam!

Skip to content