/home/crp03/public_html/wp-content/themes/crp-03/single.php
Início  →  Notícias  →  Políticas para prevenção de desastres ainda são insuficientes

Políticas para prevenção de desastres ainda são insuficientes


Em 1989, a Assembleia Geral das Nações Unidas instituiu o Dia Internacional para Redução do Risco de Desastres como parte da proclamação dos anos 1990 como a Década Internacional para a Redução de Desastres Naturais. A data surgiu para promover uma cultura global voltada para a conscientização do risco e redução de desastres. São considerados desastres naturais terremotos, maremotos, furacões, tempestades, ciclones, erupções vulcânicas, seca, tempestades, entre outros.

É necessário compreender que é possível realizar ações de prevenção aos desastres priorizando um desenvolvimento mais sustentável. Diversos países já estão trabalhando para políticas direcionadas para todas as fases do desastre e não somente após o seu acontecimento. No final de setembro deste ano, o Governo Federal propôs um corte de até 99% nos recursos voltados para a mitigação dessas ocorrências. A redução faz parte da proposta de orçamento para o próximo ano.

O assunto precisa de atenção. No final de 2021 foi possível acompanhar as fortes chuvas que atingiram a Bahia. Mais de 100 municípios decretaram situação de emergência por causa das inundações. Diante da situação, o Conselho Regional de Psicologia da Bahia (CRP-03) atuou em diversas frentes a fim de contribuir nas tomadas de decisões para assistência às pessoas em situações de vulnerabilidade.  A autarquia oficiou municípios, o Estado da Bahia e a União para reiterar a necessidade da prestação de serviços de Psicologia nas regiões afetadas, publicou uma nota sobre a atuação voluntária de psicólogas/os, além de somar esforços ao Fórum da Ordem e Conselhos Profissionais da Bahia (FOCO Bahia) na arrecadação de alimentos, água, roupas, brinquedos, materiais de limpeza e de higiene para serem doados. O CRP-03, através da Comissão de Interiorização (COMINTER), juntamente com o Conselho Regional dos Técnicos Industriais da Bahia (CRT BA) também visitou alguns dos municípios atingidos com o objetivo mapear os serviços de Psicologia existentes nos locais, com foco na orientação e fiscalização dos mesmos.

Neste 13 de outubro, o Conselho reforça a importância de políticas relacionadas da prevenção até a reconstrução dos desastres para a tomada de ações urgentes, principalmente no que diz respeito às populações mais vulneráveis.

Skip to content