/home/crp03/public_html/wp-content/themes/crp-03-2023/single.php

GT promove evento sobre racismo na infância e adolescência

Publicado em 04 novembro de 2021 às 20:20

GT promove evento sobre racismo na infância e adolescência

No mês da Consciência Negra, o Grupo de Trabalho Defesa dos Direitos das Crianças e das/os Adolescentes (GTDDCA), pertencente à Comissão de Direitos Humanos do Conselho Regional de Psicologia da Bahia (CRP-03), organiza o evento Racismo, infâncias e adolescências: um debate necessário. A atividade está marcada para o dia 11 de novembro, das 19h às 21h, com transmissão pelo Youtube do Conselho, no canal crp03vídeos. Para receber o certificado, a/o participante deve se inscrever através do Doity: https://doity.com.br/racismo-infancias-e-adolescencias-um-debate-necessario/inscricao.

A realização do debate acontece pela necessidade e importância de discutir a temática com a categoria de psicólogas/os e sociedade. Segundo o GT, o racismo faz parte estrutura a sociedade e apresenta em diversas formas de violência contra o público infanto-juvenil. Com isso, condutas e ideologias racialmente discriminatórias comumente significam a vulnerabilização de sujeitos e grupos e, como pessoas em peculiar situação de desenvolvimento, crianças e adolescentes podem experienciar forte impacto provocado por essa violência.

O Grupo também lembra a resolução do Conselho Federal de Psicologia (CFP) Nº 18/2002 que estabelece normas de atuação para psicólogas/os em relação ao preconceito e à discriminação racial e pontua o papel da Psicologia na construção de uma atuação crítica pautada na garantia e efetivação dos direitos humanos básicos, com prioridade de crianças e adolescentes.

Programação:

O papel da escola na construção de uma educação antirracista – Maria Cristina Evangelista Magalhães, pedagoga e economista.

O impacto do racismo na saúde mental de crianças e adolescentes – Psicóloga Ana Cristina Santos Silva (CRP-03/11015)

A arte como instrumento de luta contra discriminações de raça e gênero – Viviam  Caroline de Jesus Queirós, integrante da Didá Banda Feminina.

Mediação: Manoela de Oliveira Lainetti (CRP-03/24184).

Compartilhe este conteúdo nas redes

Mais Posts

Um marco na história dos direitos das mulheres e na luta pela igualdade de gênero

Em 1932, o Código Eleitoral Brasileiro passou a garantir o voto feminino, no entanto, o direito foi  concedido somente para […]

II COMIGRAR: CFP realiza conferência livre sobre Psicologia no contexto de migração, refúgio e apatridia

Psicólogas e psicólogos têm até 3 de março para efetivar inscrição exclusivamente por formulário eletrônico O Conselho Federal de Psicologia […]

Penalidades públicas da Comissão de Ética do CRP-03

O Conselho Regional de Psicologia da Bahia (CRP-03) informa sobre penalidades públicas da Comissão de Ética da autarquia: Processo Ético […]

Assine nossa news

Faça o seu cadastro agora e receba o boletim
eletrônico do CRP-03 em seu e-mail.

Pular para o conteúdo